Caso Marco Feliciano

Hoje me perguntaram sobre o caso do Pr. Marco Feliciano, Presidente da Comissão de Ética.

“ser cristão não é ser perfeito, mas é ser uma pessoa de exemplo no meio de tanta sujeira.”
– O que acha do Pr.Marco Feliciano ?

Olha, assim como o hétero, o homossexual, o funkeiro, o rockeiro, o pagodeiro, o pastor, o papa, o presidente (a), o jornalista etc. Todos esses tem que saber o que falam pra não gerar polêmica negativa, o Pr. Marco Feliciano infelizmente perdeu oportunidade pra ficar calado. Eu não sou de ficar criticando ninguém por causa do princípio da imparcialidade, mas tem casos como esse que não tem como não falar.

1 – Se ele é ou não homofóbico, ele tem que guardar a opinião dele pra ele mesmo, haja vista que vivemos numa sociedade democrática onde todos tem o direito de falar, mas quem prevalece é a maioria.

2 – Tenho raiva de pessoas que usam o nome de Deus em seus propósitos, aí o nome do Senhor Jesus fica sujo por causa deles, Deus ama a todos sem exceção, mas por causa dessas pessoas deixa a entender que Deus é homofóbico, preconceituoso, severo, castigador etc. o que não é verdade.

3 – Ele é o presidente da comissão de ética – eu acho – então ele tem mais que agir com ética, ser cristão não é ser perfeito, mas é ser uma pessoa de exemplo no meio de tanta sujeira, para ele ser o centro de toda essa confusão, logo concluo que ele não agiu desta forma.

4 – Não se devem criticar um lado – assim como ocorre entre rockeiros e funkeiros, por exemplo – a decisão do que quer da vida é de cada um, sim faço piadas mas sem escrachar a opinião alheia, mas, porém, eu tenho medo de que chegue a um ponto que se criticar qualquer coisa dos homossexuais seja visto como homofobia.

Advertisements